Esportes

No último teste antes da Sul-Americana, Corinthians vence o Ituano, pelo Paulistão

Com gols de Otero e Jô, quebrando jejum, Timão bate o Galo de Itu por 2 a 0, na Neo Química Arena, antes de estrear pelo torneio continental

Otero abriu o placar para o Corinthians na vitória sobre o Ituano (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Após quatro jogos, o “vestibular” do professor Mancini, no Corinthians, chegou ao fim. Contra o Ituano, último adversário antes da estreia corintiana na Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira (22), contra o River Plate (PAR), no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, pela primeira rodada do grupo E da competição continental, o Timão venceu por 2 a 0, sem sofrer sustos, pela sexta rodada do Paulistão, na Neo Química Arena.

Os gols do jogo foram marcados por Otero, no primeiro tempo, e Jô, no segundo.

Com o resultado, o time do Parque São Jorge segue no segundo lugar geral do Paulistão, atrás apenas do São Paulo, estando na ponta do grupo A. 

PRIMEIRO TEMPO MORNO

O primeiro tempo em Itaquera foi bastante morno. Ainda que tivesse mais a bola o tempo todo, nos primeiros 45 minutos, o time não foi agressivo. A segunda linha de meio campistas, composta por Léo Natel, pela direita, Otero, na esquerda, e Luan, centralizado, chegou a trocar bons passes e se movimentar, mas a chegada ao gol faltou bastante.

Enquanto isso, o Ituano se resguardava bem, mas não saia com qualidade aos contra-ataques, contribuindo com uma etapa inicial bastante monótona, na Neo Química Arena.

DUAS GRANDES CHANCES

As duas grandes chegadas do Timão ao ataque teve participação de Jô. Ainda que novamente não tenha feito uma grande partida, o centroavante não fugiu da sua caraterística principal: se não dá na técnica, vai na raça.

Aos 18 minutos do primeiro tempo, o camisa 77 brigou com a marcação, e, mesmo caído, ganhou no pé de ferro e chutou na trave. Vinte minutos depois, o lateral-esquerdo Lucas Piton achou Jô bem posicionado, o atacante perdeu a passada, mas rolou para trás, onde Camacho acabou isolando a finalização.

TIMÃO ABRE O PLACAR

Quando parecia que o primeiro tempo terminaria empatado sem gols, o Corinthians conseguiu abrir o placar com Otero. O venezuelano fez um bom primeiro tempo, se movimentando e buscando bastante o jogo, mas foi de cabeça, algo que não é comum, que o camisa 11 abriu o placar, aos 48 minutos da etapa inicial.

O lance começou com um boa saída de jogo do zagueiro Raul, que achou João Victor pela direita. O zagueiro improvisado de lateral deixou o marcador para trás e rolou para Léo Natel, que fez um bom levantamento para Otero subir por trás da marcação e contar com uma colaboração com o goleiro do Ituano, Edson, que aceitou.

JÔ ENCERRA JEJUM

O segundo tempo voltou semelhante ao primeiro. O Corinthians tinha a bola, mas era pouco agressivo, enquanto o Ituano não buscava o empate.

Aos 19 minutos da etapa final, uma boa troca de passes pelo lado direito de ataque culminou no segundo gol corintiano. João Victor, Léo Natel e Camacho se movimentaram bem, e o volante cruzou por baixo, na entrada da pequena área, para Jô, de primeira, ampliar o marcador e quebrar um jejum de sete jogos sem ir as redes.

O último tento do camisa 77 foi no dia 7 de março, contra a Ponte Preta, na Neo Química Arena, pela terceira rodada do Paulistão. Jô fez o segundo do Corinthians, na virada por 2 a 1 sobre a Macaca.

VAR E SUAS DEMORAS

Três minutos após sofrer o segundo gol, o Ituano foi para o ataque. Em um bate e rebate dentro da área, a árbitra Edina Alves marcou pênalti de Raul, que dividiu com o atacante Bruno Lopes. No entanto, a marcação foi anulada após oito minutos de comunicação com a cabine do VAR e a tradicional revisão no monitor. A demora resultou em 12 minutos de acréscimo no segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 0 ITUANO

Local: Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Data e Hora: 18 de abril de 2021, às 22h
Árbitro: Edina Alves Batista (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Árbitro de Vídeo: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Luan (Corinthians); Tárik e Gabriel Taliari (Ituano)
Cartões vermelhos: 
Gols: 1-0 Otero (48’/1T); 2-0 Jô (19’/2T)

CORINTHIANS: Cássio; João Victor, Jemerson, Raul e Lucas Piton; Xavier  (Roni, 42’/2T) e Camacho (Ramiro, 42’/2T); Léo Natel (Gabriel Pereira, 42’/2T), Luan  (Léo Santos, 53’/2T) e Otero (Araos, 47’/2T); Jô Técnico: Vagner Mancini

ITUANO: Edson; Jeferson, Léo Santos, Suéliton e Breno Lopes; Tarik (André Castro (32’/2T) e Fillipe Souto; Branquinho (Kadu, intervalo), Gabriel Taliari e Iago Dias (Fernandinho, 32’/2T); Bruno Lopes (Victor Rangel, 39’/2T). Técnico: Vinicius Bergantin

Fonte: Lance

 

Comments
To Top