De Olho Na Novela

Ministério Público toma decisão contra acusados de agressão a Henri Castelli

Henri Castelli

Henri Castelli sofreu agressão no fim do ano passado e caso ganhou novo capítulo (Imagem: Reprodução / Instagram)

O Ministério Público (MP) de Maceió decidiu uma atitude contra os agressores de Henri Castelli. O órgão recebeu nesta quarta-feira (17) uma denúncia contra os empresários Bernardo Malta e Guilherme Accioly.

Por meio dessa decisão, eles serão intimados por serem acusados de agredir Henri em uma festa no fim do ano passado, em Barra de São Miguel (AL).

Os empresários foram indiciados por lesão corporal grave depois de agredirem o ator com murros e chutes, causando fratura exposta na mandíbula dele. Eles alegam que agiram em legítima defesa.

“O promotor não é obrigado a oferecer a denúncia, a menos que esteja diante de um crime. E a juíza entendeu que há indícios suficientes de evidência de um crime”, declarou o advogado de Castelli, Marcelo Marcochi, ao UOL.

Após receber a intimação, os empresários terão dez dias para apresentar formalmente a defesa. Somente depois disso uma audiência poderá ser marcada.

“Eu prefiro que a juíza tenha contato direto com a vítima para que ela perceba a sinceridade nas palavras dela. Que entenda a dor. E isso não vai acontecer se a audiência for pelo papel ou por vídeoconferência”, declarou o famoso.

Por causa da decisão, Henri Castelli, que mora em São Paulo e poderia prestar depoimento sem precisar se deslocar, deverá ser ouvido em Maceió se a audiência for marcada.

Recentemente, ele falou com os seguidores do Instagram sobre estar se recuperando das lesões que ficaram em seu rosto após o episódio de agressão em Alagoas.

“Não liguem para a minha voz. Está um pouco abafada, ainda. Não consigo articular muito bem para falar. Até porque ainda dói um pouquinho. Logo, logo estarei cem por cento“, afirmou.

Vale lembrar que após ser agredido, Castelli, que fraturou a mandíbula, passou por uma cirurgia. Atualmente, o famoso cuida das lesões com o apoio de alguns profissionais.

 

Comments
To Top