De Olho Na Novela

Felipe Neto ganha apoio de presidente da OAB, que pede audiência com chefe da polícia

Felipe Neto

Felipe Neto

Felipe Neto
Felipe Neto recebe apoio de presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, após ser intimado (Imagem: Reprodução / YouTube)

O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, pediu uma audiência com o chefe da polícia Civil do Rio de Janeiro por causa da intimação contra o youtuber Felipe Neto por ter chamado o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de genocida.

Santa Cruz enviou um ofício ao chefe da polícia, o delegado Allan Turnowski, que foi encaminhado na última quinta-feira (17), para tratar do “Mandado de Intimação recebido pelo Sr. Felipe Neto, no dia 15 de março de 2021, expedido pela Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI)”. As informações são do jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

Segundo o presidente da OAB, a “questão é flagrantemente ilegal, haja vista identificarmos que a atuação da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) instaurou procedimento destinado a apurar conduta manifestamente atípica, com a utilização das forças policiais para perseguições político-ideológicas”.

Na última segunda-feira (15), Felipe Neto foi intimado a depor pela Polícia Civil do Rio de Janeiro por suposto crime previsto na Lei de Segurança Nacional. Foi ele quem revelou a ação feita pelo delegado titular da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), Felipe Sartori.

“Carlos Bolsonaro foi no mesmo delegado que me indiciou por ‘corrupção de menores’”, afirmou o ativista em sua rede social. Sartori negou favorecimento político ou intimidação a Neto.

“Para qualquer caso em que uma pessoa ofende a outra, é feito o registro. A vítima precisa demonstrar interesse para ver aquilo apurado, ainda que através de outra pessoa devidamente autorizada. Eu não sou proativo, essas demandas nos chegam e fazemos um registro. Não entendo essa repercussão. O juiz é que vai entender se arquiva esse caso ou não”, explicou Sartori. A informação é do UOL.

“Ofender o Bolsonaro pode ter duas conotações. Ou um crime contra a honra previsto no Código Penal ou um crime contra a Lei de Segurança Nacional. Foi narrado um fato criminoso, que será apurado. Isso não é um crime grave, de pena alta. Então, o tratamento é mais brando, é uma investigação sem quebra de sigilo”, informou.

AvatarDa Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

O post Felipe Neto ganha apoio de presidente da OAB, que pede audiência com chefe da polícia apareceu primeiro em RD1.

Comments
To Top