De Olho Na Novela

Eduardo Suplicy fica chocado com fala de Ratinho e pede prisão

Ratinho
Eduardo Suplicy dispara contra fala de Ratinho e pede prisão do apresentador (Imagens: Reprodução – EBC – SBT / Montagem – RD1)

A declaração polêmica de Ratinho sobre uma defesa de intervenção militar chamou a atenção de muita gente e tem dividido opiniões, inclusive de políticos. O vereador de São Paulo Eduardo Suplicy (PT) reagiu ao comentário do apresentador do SBT e pediu a sua prisão.



O veterano da política brasileira declarou que a frase merece “punição semelhante” à do deputado federal Daniel Silveira (PSL-SP), preso nesta semana por pregar a substituição dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e defender o AI-5.

“Por suas declarações em favor da ditadura militar, Ratinho está a merecer punição semelhante à do deputado Daniel Silveira. Por 11 a 0 o STF decidiu que ele deve estar preso”, escreveu o ex-senador e ex-deputado federal nas redes sociais.

Eduardo Suplicy acrescentou: “Desafio o apresentador Carlos Massa, o Ratinho, a realizar um debate em que ele venha a defender a volta dos militares ao poder no Brasil, como aconteceu de 1964 em diante, na ditadura militar, e a extinção por expulsão da população de rua, por meio da força e das armas”.

O político ainda sugeriu que defenderia “a democracia e as instituições que signifiquem a realização da justiça, como a implantação da renda básica de cidadania, universal e incondicional, como a defende o Papa Francisco”.

Cabe lembrar que a fala de Ratinho foi feita em programa da rádio Massa FM, que pertence ao grupo empresarial de sua propriedade. Na ocasião, ele repetiu uma expressão que já usou em outras oportunidades.

Carlos Massa defendeu que “os homens do botão dourado” tinham que voltar ao poder para “botar ordem na casa”, em referência aos uniformes dos militares. Ele também pediu mais ações contra moradores de rua, citando como exemplo a atuação do ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani.

“Eu sei que o que vou falar aqui pode até chocar, mas está na hora de fazer igual fez em Singapura. Entrou um general, consertou o país e, um ano depois, fez eleições. Mas primeiro concertou, chamou todos denunciados e disse: ‘vocês têm 24 horas para deixar o país ou serão fuzilados’. Limpou Singapura”, comentou.

O modelo mencionado pelo famoso foi aplicado por Lee Kuan Yew, que transformou Singapura em uma ilha economicamente forte e espelho social para o mundo. O trabalho foi feito ao longo de 30 anos como primeiro-ministro.

Lee, no entanto, assegurou um controle rígido de liberdades individuais, punição a homossexuais, pena de morte para alguns crimes e até chibata como forma de punição. Ele venceu economicamente, mas jogou fora o lado democrático do país e, por isso, Singapura recebeu o título de “Disney com pena de morte”.

Fábio AlmeidaFábio Almeida

Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna “Do Fundo do Baú”, publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com

O post Eduardo Suplicy fica chocado com fala de Ratinho e pede prisão apareceu primeiro em RD1.

Comments
To Top