fbpx
qui. out 17th, 2019

Apple transforma o AppleCare+ em um serviço de assinatura mensal

Muita coisa rolou depois do fim do evento de apresentação dos novos iPhones 11, que aconteceu na terça-feira (10), e não apenas em relação aos novos produtos lançados pela Apple na ocasião. Uma novidade surgiu com o AppleCare+, o “plano de seguros” da marca para fornecer assitência técnica estendida a seus usuários com algumas vantagens adicionais.

Desde esta terça-feira (10), o AppleCare+ se transformou oficialmente em um serviço por assinatura mensal. Antes, os usuários podiam contratar planos de dois ou três anos, que deveriam ser pagos em parcelas mensais, mas mantendo a fidelidade de todo o período contratado. Agora, o AppleCare+ pode ser assinado via assinatura mensal, cobrando mensalmente o usuário mas sem uma definição de tempo existente como acontecia nos contratos anteriores.

A mudança não foi anunciada oficialmente pela Apple, mas é possível encontrá-la nos novos termos de uso do serviço. O texto deixa claro que o AppleCare+ é agora um serviço que protege o seu aparelho pelo período de um mês, e é automaticamente renovado assim que esse período chega ao fim. Por isso, a Apple garante que continuará a cobrir qualquer equipamento danificado daqueles que assinam o serviço até o momento em que a empresa não fabricar mais peças para tal modelo, e neste caso ela irá avisá-lo trinta dias antes para que o usuário possa cancelar o serviço.


Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/

Apesar disso, a mudança não é total: apenas os planos para iPhones, iPads e Apple Watches foram modificados para uma assinatura mensal, enquanto o contrato para Apple TV, Macs, fones de ouvido e outros acessórios da marca permanece inalterado.

E, além do tipo de contrato, o que deve mudar também é o preço do serviço em si, que ficará mais caro. Por exemplo, um plano do AppleCare+ com cobertura de dois anos para o iPhone 11 teria um valor mensal de U$ 149, enquanto o AppleCare+ sem essa fidelidade irá custar US$ 191 ao mês. Vale ressaltar que o AppleCare+ não está disponível no Brasil — por aqui, podemos contar apenas com o AppleCare tradicional.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: