Anúncios
dom. ago 25th, 2019

Presidente rival critica brasileiro por abandonar o jogo após insultos racistas e cobra suspensão de um ano para o jogador

O presidente do Blooming, Juan Jordán, se manifestou pela primeira vez após o brasileiro Serginho, do Jorge Wilstermann, sofrer ataques racistas de sua torcida no último final de semana. O mandatário tentou minimizar o episódio, afirmando que esse tiPO de coisa é comum no país. Depois, porém, criticou a postura do meia de abandonar o jogo.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Este senhor (Serginho), sabemos, “é mais complicado que a tabuada do 17”. Tem antecedentes de provocação, discriminação e racismo”, disse Jordán, que ainda revelou que protocolou um pedido de suspensão para o brasileiro.

Foi formulada uma denúncia no Tribunal de Justiça Desportiva contra o jogador Sérgio Henrique Francisco. Apresentamos evidências, com gravações digitais, solicitando a suspensão de um ano do jogador”, afirmou o presidente do Blooming.

De acordo com Jordán, a denúncia foi baseada no artigo 74 do Código Disciplinar da Federação Boliviana de Futebol, que prevê punição ao jogador que “antes, durante, ou depois de uma partida, ofende ou provoque o público com insultos ou gestos de qualquer modo”. Além de Serginho, o Jorge Wilstermann também foi denunciado pelo rival, que pediu a suspensão de um ano e a perda de nove pontos do clube no Campeonato Boliviano.

Nada pode ofuscar nossa vitória. Não usem o Blooming como bode expiatório para prejudicar o bom momento no qual se encontra. Que este tema não se torne um tema de questão racial ou de discriminação entre ocidente e oriente. Lastimosamente, isso vem, creio, de toda a vida: se vamos a outra cidade, o “camba” (nome dado a quem é da região de Santa Cruz de La Sierra) tem apelido, e vice-versa. Todo mundo sabe”, acrescentou.

LEIA MAIS:
Jogador do Goiás diz que gostava de mexer com tráfico de drogas e revela: “Tentaram me matar seis vezes”

Presidente rival critica brasileiro por abandonar o jogo após insultos racistas e cobra suspensão de um ano para o jogadorTorcedores.com.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: