Emocionado Ícaro Silva vai aos prantos ao vivo no Encontro com Fátima Bernardes ao falar sobre caso Marielle

O ator Ícaro Silva. (Foto: Reprodução)
O ator Ícaro Silva. (Foto: Reprodução)

O ator Ícaro Silva estava hoje no programa Encontro com Fátima Bernardes. Ele se emocionou ao falar sobre o caso Marielle Franco e também relatou medo ao citar o massacre em Suzano.

E após falaram sobre o atentado que aconteceu em Suzano o ator relatou: ”Eu acho que isso é realmente muito sintomático assim, e ouvir isso é triste. Mas me representa muito de fato , de fato isso está começando a fazer parte da nossa cultura, essa violência, isso é assustador. A gente nunca acha que esse tipo de barbárie vai acontecer com a gente”.

+Após ser ‘humilhado’ pelo Tá no Ar, Fernando Rocha quebra o silêncio e se pronuncia sobre o assunto

Em seguida, Fátima relembrou o caso Marielle que hoje completa 1 ano. Marielle Franco, vereadora do PSOL, foi executada no dia 14 de março do ano passado, junto com Anderson Gomes, que dirigia o carro em que estava logo após participar de um evento na Casa das Pretas, no bairro da Lapa, no centro do Rio. Ela saiu por volta das 9 da noite do evento, e foi assassinada às 21h30, quando um carro com seus assassinos emparelhou com o veículo que a transportava.

Maisa diz que não queria saber de macho e revela o que a fez mudar de ideia

Dois suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, no dia 14 de março de 2018 foram presos na madrugada desta terça-feira(12). Ronnie Lessa, policial militar reformado, de 48 anos, é acusado de ter feito os 13 disparos contra o carro onde estava Marielle. Já Elcio Vieira de Queiroz, de 46 anos e expulso da Polícia Militar, é acusado de ter dirigido o Cobalt prata de onde saíram os tiros que mataram a vereadora do PSOL e o motorista. O crime completa um ano na próxima quinta-feira, 14 de março.

Bruna Marquezine recebe nova mensagem de Neymar e jogador se declara: “Sou seu fã, fique tranquila”

Ao passar uma matéria para os convidados e telespectadores, o ator Ícaro Silva se emocionou: “Quando você vê uma pessoa como a Marielle, uma mulher periférica, negra, homossexual, engajada, fazendo denúncias muito precisas, fazendo seu papel como parlamentar. Uma pessoa muito importante, sendo silenciada, eu me vejo silenciado, você vê silenciando todos nós, negros, periféricos.”

Ícaro Silva se emociona ao vivo no programa Encontro Foto: Reprodução
Ícaro Silva se emociona ao vivo no programa Encontro Foto: Reprodução

Ele ainda revelou medo: “Como se tivesse um lado falando, não acredito na polarização, que hajam lados, mas é como se dissessem: ‘Vocês não podem existir, eu não quero que vocês existam, vocês precisam morrer, eu acho que a morte da Marielle ataca toda uma ancestralidade minha, e ataca toda uma parte do brasil muito grande.”

Gosta das notícias publicadas por Nayara Bolognesi? Siga ela no Instagram: clicando aqui.

 

 

Advertisment ad adsense adlogger