Após aviso no Instagram, jogador da NFL evita tiroteio em escola

1 visualizações
Julian Edelman ajudou a evitar um possível tiroteio

Julian Edelman ajudou a evitar um possível tiroteio
Getty Images / Billy Weiss / 7.2.2017

Jogador do New England Patriots e duas vezes campeão do Super Bowl, o wide receiver Julian Edelman conseguiu um dos resultados mais importantes de sua vida fora dos campos. Ele evitou um tiroteio em escola, segundo a imprensa norte-americana.

De acordo com o New York Times, Edelman estava de férias no Texas em março, visitando um amigo, quando recebeu uma mensagem direta em sua conta no Instagram: “Cara, tem um garoto nos seus comentários dizendo que ele vai entrar atirando na escola, acho que você devia alertar as autoridades”.

Alerta

O jogador disse que pensou imediatamente no tiroteio que havia acontecido algumas semanas antes em Parkland, na Flórida, que terminou com 17 mortos.

Ele alertou sua assistente, Shannen Moen, e ela leu centenas de comentários no post mais recente do perfil de Edelman no Instagram, até encontrar a mensagem: “Eu vou atirar na minha escola, veja o noticiário.”

Usuário fez ameaça no Instagram de Edelman

Usuário fez ameaça no Instagram de Edelman
Reprodução / Instagram

Moen alertou a polícia de Boston, que fez um pedido emergencial de informações sobre a conta. Com o endereço de IP do usuário, eles traçaram a origem da mensagem e descobriram que ela veio da cidade de Port Huron, em Michigan.

Ameaça neutralizada

Policiais locais foram até o endereço e localizaram um adolescente de 14 anos, que admitiu ter feito a ameaça. No local, também foram encontrados dois rifles que pertenciam à mãe do estudante.

Segundo o capitão Joseph Platzer, da polícia de Port Huron, o menino planejava atirar contra os colegas de sua escola. Ele foi levado a um centro de detenção provisória, onde permanece recolhido.

Recomendados para você  Tempestades provocam tornados e recorde de neve nos EUA

 

“Toda vez que alguém ameaça atirar em uma escola ou qualquer outro prédio, levamos a sério”, disse Platzer à imprensa. O adolescente, que não teve a identidade divulgada, foi indiciado por ameaça de terrorismo, crime que pode ser punido com até quatro anos de cadeia.

Agradecimento

Edelman até agora não conseguiu localizar o usuário que fez o alerta sobre a ameaça, a quem chamou de “o verdadeiro herói” da história, mas disse que gostaria de poder mandar pelo menos um prêmio. 

“Por sorte, esse garoto nos avisou. Queremos mandar alguma coisa pra ele, pelo trabalho que teve”, afirmou o jogador.

%d blogueiros gostam disto: