PSG recebe visita de Raí e viaja com Cavani e sem Thiago Motta para pegar o Real

1 visualizações
O Paris Saint-Germain realizou em seu CT, nesta terça-feira, o seu último treino de preparação para enfrentar o Real Madrid no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, nesta quarta, às 17h45 (de Brasília), no estádio Santiago Bernabéu. E antes de viajar para a Espanha, o time recebeu a visita de Raí, que teve passagem de sucesso pelo clube francês como jogador e hoje é diretor-executivo de futebol do São Paulo.
O ex-camisa 10, que defendeu o PSG entre 1993 e 1998, foi até a capital francesa por causa de compromissos particulares, sendo que uma das filhas do dirigente são-paulino mora na cidade. Na visita desta terça, ele conversou e posou para fotos com o atacante Neymar, assim como cumprimentou outros jogadores do time e falou com o técnico Unai Emery.
De passagem pelo local, Raí não escapou de falar sobre o duelo desta quarta-feira e exaltou a oportunidade que o time francês tem de conquistar feitos inéditos em sua trajetória, entre os quais o de ganhar pela primeira vez a Liga dos Campeões.
“Estes são jogos muito grandes. Os desafios estão ficando cada vez maiores. É este o tipo de partida que o permite entrar na história. Este confronto entre o Real Madrid, atual bicampeão, e o Paris, onde ambas as equipes aspiram ao título desta competição, só pode nos oferecer um super espetáculo”, afirmou o ex-jogador, em entrevista ao canal de TV do PSG, na qual também exibiu otimismo ao projetar o futuro da equipe.
“Paris ocupa um lugar especial no meu coração. É sempre um prazer voltar aqui. Isso me traz boas lembranças. É também uma oportunidade para conhecer a nova geração de jogadores do clube. A equipe do Paris na qual joguei marcou sua época e estou certo de que a equipe atual também escreverá a história do Paris Saint-Germain. Além dos jogadores, parece-me que todo o clube, à imagem de um dirigente como (o ex-lateral brasileiro) Maxwell, está pronto para alcançar um sucesso histórico”, destacou.
Raí, porém, evitou dar palpites ao ser questionado sobre o que espera para o jogo desta quarta. “Não, eu não gosto disso (risos). O mais importante é que o Paris se classifique daqui a três semanas e vá até a final desta Liga dos Campeões”, disse.
RELACIONADOS – Além de conversar com Raí e comandar o treino desta terça, Unai Emery confirmou uma lista de 19 jogadores convocados para a viagem até a Espanha. Foi garantido na listagem o atacante Edinson Cavani, que havia ficado fora da partida do último sábado contra o Toulouse, batido por 1 a 0 pelo PSG pelo Campeonato Francês.
Com dores no quadril, o jogador uruguaio foi poupado do duelo pela competição nacional, mas já tinha presença esperada para o duelo contra o Real. Já o volante brasileiro naturalizado italiano Thiago Motta foi descartado do grupo de relacionados por ainda não estar em condições ideais de atuar após se recuperar de uma lesão que o deixou longo prazo afastado. Existia, anteriormente, uma chance de o atleta ficar como opção de banco em Madri.

Recomendados para você  Bayern goleia no jogo de ida das oitavas da Liga dos Campeões

A lista completa de relacionados do PSG conta com os seguintes jogadores: Alphonse Aréola, Kevin Trapp, Daniel Alves, Thomas Meunier, Thiago Silva, Marquinhos, Presnel Kimembe, Yuri Berchiche, Layvin Kurzawa, Lassana Diarra, Julian Draxler, Giovani Lo Celso, Javier Pastore, Adrien Rabiot, Marco Verratti, Angel Di María, Kylian Mbappé, Edinson Cavani e Neymar.

%d blogueiros gostam disto: