#COVID19

Turismo: busca por viagens em agências cresceu 80%

Com liberação oficial pelo Governo do Estado, agências intensificam trabalho para retomar movimentação com turistas

As agências de turismo do Ceará começam a apresentar sinais de melhora com aumento de 80% na procura pelos serviços turísticos nos últimos meses. A partir da confirmação da vacina para a Covid 19, a expectativa é que  o segmento avance 20% a 30% em faturamento em comparação ao período pré-pandemia devido à demanda reprimida, segundo estima Murilo Santa Cruz, presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens no Ceará (Abav-CE).

A liberação para operação de 100% da capacidade dos ônibus de fretamento e turismo já era um pedido do setor ao Governo do Estado, desde a fase 3 do plano de retomada das atividades econômicas.

“O governador Camilo Santana atendeu o pedido da Abav, porque ponderamos o fato de ônibus intermunicipais e ônibus urbanos poderem transitar com sua capacidade máxima de assentos ocupados, quanto os ônibus de turismo estavam limitados a 50%”, comenta Cruz.

Apesar da alta procura, o segmento ainda apresenta vendas “modestas”, como aponta o presidente da Abav. Apesar do elevado aumento da procura frente ao período pré-pandemia, apenas 25% a 30% se convertem em vendas efetivas.

“As pessoas estão mostrando interesse em retomar suas viagens, se sentindo atraídas pelas ofertas das companhias aéreas e dos resorts que estão com boas ofertas. A gente tem muita consulta, mas a conversão em vendas ainda está modesta. A gente acredita que esse processo de vendas, vai ser leve e gradual, mas a gente acredita que essa conversão vai ser bem mais forte nos meses finais do ano e isso também vai estar vinculado ao surgimento da vacina”, pondera Santa Cruz.

Demanda reprimida

O presidente da Abav pontua que. em 2021, as vendas podem aumentar expressivamente em decorrência da demanda reprimida deste ano, principalmente pelos meses de junho e julho, que representam um período de alta estação para o setor.

“Janeiro será um período de grande retomada, existe uma expectativa muito grande, porque existe uma demanda reprimida desse período de férias de julho e esse confinamento todo que as pessoas  estão realmente desejosas de retomar suas viagens”, comenta.

Ele aponta que cerca de 70% das novas consultas que são feitas pelo público,  são referentes as pessoas que  tiveram de adiar os planos de viajar por conta da pandemia do novo coronavírus.

Fonte: Diário do Nordeste

 

Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: