Danilo Avelar relaciona pressão no Corinthians a peso da camisa

O Corinthians está sendo muito cobrado pela mídia especializada e pela própria torcida a melhorar seu desempenho em campo. Já são quatro jogos sem vencer e sem sequer marcar um gol. Para Danilo Avelar é preciso ponderar.

“Pelo histórico que o Corinthians sempre teve de títulos, por todo ano vencer títulos, por isso eu vim para o Corinthians, nada mais justo do que ter essa cobrança interna e externa, mas se chegamos na final é porque merecemos e pelo respeito que essa camisa impõe em todas as situações”, argumentou o lateral, que também aproveitou para enaltecer o clube que defende na hora de justificar uma cobrança individual inédita em sua carreira.

“Por ter jogado muito tempo na Europa, a mídia interna não existe tanto. Ali o interesse é outro, até nessa questão torcida e mídia com o atleta é de outra maneira. Não tive por esse motivo. Já passei, sim, por períodos negativos, consegui reverter, mas não estava com uma camisa como a do Corinthians, que tem uma dimensão absurda. Nunca vesti uma camisa desse tamanho e dessa grandeza”.

Para encerrar, Danilo Avelar, que ficou de fora tanto da primeira final quanto do duelo de ida contra a Chapecoense, pela Copa do Brasil, por causa de dores no joelho esquerdo, lembrou o fato da Arena ter o poder de mexer com a atitude do Corinthians dentro de campo para a grande final do Paulistão, domingo, às 16h.

“Jogar melhor ou não é uma questão que vai envolver o momento, acho que nenhum outro time consegue ter essa atmosfera como a gente sente. Isso é muito importante. Conseguir ter o segundo jogo em casa é uma vantagem, sim”, concluiu.

 

O post Danilo Avelar relaciona pressão no Corinthians a peso da camisa apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.