Após morte de Boechat, Paloma Tocci deixa Jornal da Band e pode retornar às origens

A jornalista e apresentadora Paloma Tocci (Foto: Reprodução/Band)
A jornalista e apresentadora Paloma Tocci (Foto: Reprodução/Band)

A apresentadora Paloma Tocci deixou na noite desta sexta-feira (22) a bancada do Jornal da Band, atração que comandou durante anos com Ricardo Boechat, que faleceu no início do ano vítima de um acidente de helicóptero. Usando as suas redes sociais, a morena revelou que não retornará mais à bancada do jornalístico e que não sabe sobre seu futuro.

“Foi o fim de um ciclo. Tenho recebido muitas mensagens perguntando quando eu volto para o jornal. Não volto! Obrigada pelo carinho, pela audiência, mensagens ao longo desses quase 4 anos à frente do Jornal da Band, ao lado do Eu-Gênio Boechat”, escreveu ela em seu Instagram.

Vou guardar com muito carinho e orgulho essa oportunidade que me deram. Vou guardar no meu coração a equipe maravilhosa que coloca esse jornal todos os dias no ar. Vou levar para a vida as lições, gargalhadas e o privilégio de ter convivido com o Boechat. Em breve terei novidades sobre o meu futuro e conto pra vocês! Obrigada mais uma vez pelo carinho e respeito ao meu trabalho. Vocês me emocionam!”, disse ainda ela.

+Apresentadora faz publicação emocionada

Embora ela não comente nada, o UOL Esporte Vê TV apurou que o diretor de esportes e operação da Band chamou Paloma para falar sobre seu contrato, que vence em maio. Ela foi convidada à retornar ao setor esportivo da emissora em um novo projeto já para 2019. A apresentadora ficou animada e até aceitou discutir sua permanência na emissora.

O projeto está em fase prévia, e existe um otimismo na Band para que Paloma o comande mesmo. Há, no entanto, um fator que influenciará diretamente no prosseguimento ou não do projeto: a viabilidade financeira. Não vai pra frente sem patrocinadores para bancá-lo.

View this post on Instagram

Foi o fim de um ciclo. Tenho recebido muitas mensagens perguntando quando eu volto para o jornal. Nao volto! Obrigada pelo carinho, pela audiência, mensagens ao longo desses quase 4 anos à frente do Jornal da Band, ao lado do Eu-Gênio Boechat. Vou guardar com muito carinho e orgulho essa oportunidade que me deram. Vou guardar no meu coração a equipe maravilhosa que coloca esse jornal todos os dias no ar. Vou levar para a vida as lições, gargalhadas e o privilégio de ter convivido com o Boechat. Em breve terei novidades sobre o meu futuro e conto pra vocês! Obrigada mais uma vez pelo carinho e respeito ao meu trabalho. Vocês me emocionam! ❤️

A post shared by P a l o m a T o c c i (@palomatocci) on

PALOMA FALA SOBRE BOECHAT

Paloma Tocci falou novamente sobre a morte do jornalista Ricardo Boechat, com quem dividia a bancada do Jornal da Band todas as noites. Em conversa com a equipe de reportagem do programa Tricotando, da RedeTV, Paloma abriu o jogo e lembrou com saudade do amigo.

Ratinho é obrigado a tratar Pabllo Vittar como mulher no SBT, se revolta e questiona: “Mas ele não tem sac*?”

Ele era um cara muito verdadeiro. Falava tudo com muita verdade, era muito ele, muito autêntico. Ele não escrevia nada antes, não roteirizava nada, não tinha nada pronto, saia do coração daquilo que ele pensava, daquilo que ele acreditava“, elogiou a jornalista.

Paloma e Boechat na bancada do principal telejornal da Band. (Foto: Reprodução)

Ele fazia justiça com as palavras. Ele falava aquilo que a gente gostaria de dizer. Várias vezes eu o agradeci porque era um sentimento meu, era algo que eu queria expor e ele falava com propriedade“, acrescentou Paloma, que não apresenta mais o principal telejornal da Band.

QUEM FOI A SUBSTITUTA DE PALOMA

Em comunicado, a emissora informou que ambas as partes chegaram em comum acordo para o não prosseguimento do vínculo. Além disso, anunciou que a repórter de Brasília, Lana Canepa, ocupará o espaço de Paloma e dividirá a apresentação do Jornal da Band.

Advertisment ad adsense adlogger