Após segunda derrota na Libertadores, Atlético repete cenário que aconteceu na edição 2015

O Atlético visitou o Nacional, no Uruguai, e sofreu mais uma derrota na fase de grupos da Copa Libertadores da América. Na estreia, o Galo já tinha sofrido um revés para o Cerro Porteño, no Mineirão. Em uma situação difícil na chave, o Alvinegro repete o cenário que aconteceu no torneio em 2015, quando também comandado por Levir Culpi, perdeu os dois primeiros compromissos.

À época, o Atlético de Levir Culpi começou a Libertadores perdendo por 2 a 0 para o Colo-Colo, no Chile, além de ter sofrido um revés em Belo Horizonte, para o Atlas, do México, por 1 a 0. Posteriormente, o Galo bateu o Santa Fé (1-0), na Colômbia.

No returno da fase de grupos da Libertadores, em novo encontro diante dos colombianos do Santa Fé, o Galo levou a melhor por 2 a 0. Na sequência, perdeu novamente para o Atlas, por 1 a 0, jogando no México, mas conseguiu a classificação para as oitavas de final após bater por 2 a 0 o Colo-Colo, no Independência.

Apesar da classificação suada, a Libertadores 2015 não foi muito boa para o Atlético, que logo nas oitavas foi eliminado pelo Internacional.

Apesar da situação difícil, o técnico Levir Culpi acredita na recuperação. Mesmo irritado na coletiva de imprensa, o comandante do Galo falou sobre o assunto.

“O momento é ruim, mas ele pode ficar bom. O que temos que fazer é procurar fazer o melhor. Ainda temos a oportunidade de classificar e vamos buscar isso. A certeza que nós temos é que vamos fazer o possível. Vamos representar a camisa do Atlético. É uma obrigação nossa, não precisa nem pedir isso. O que nós precisamos fazer é nos unir, fechar o grupo e chamar a torcida e ir para o jogo”, analisou o treinador do Galo após mais uma derrota na Libertadores.

LEIA MAIS:

DESDE A MUDANÇA TÁTICA PROMOVIDA POR LEVIR, GALO TEM BAIXO APROVEITAMENTO OFENSIVO

Após segunda derrota na Libertadores, Atlético repete cenário que aconteceu na edição 2015Torcedores.com.

Advertisment ad adsense adlogger