Grupo realiza protesto contra morte de cachorra em Osasco (SP)

Grupo se concentra no estacionamento do supermercado em Osasco

Grupo se concentra no estacionamento do supermercado em Osasco
Reprodução/Facebook

Um grupo de pessoas iniciou um protesto na tarde deste sábado (8) no estacionamento do supermercado Carrefour em Osasco, na Grande São Paulo, pedindo um posicionamento claro no caso da cachorra agredida e morta por um segurança no local.

Segundo a Polícia Militar, o ato é pacífico, entretanto o supermercado está com as portas internas fechadas.

Leia mais: Assassinato de cachorra gera mais comoção que de jovem de periferia

O grupo organizou a manifestação através das redes sociais. Alguns manifestantes se vestem de preto, em forma de luto, levando flores e cartazes e outros levaram seus cãezinhos para protestar. 

Leia mais: Supermercado não prestou socorro à cachorra agredida, diz polícia

Alguns manifestantes levaram flores para o local

Alguns manifestantes levaram flores para o local
ALOISIO MAURICIO/Estadão Conteúdo

Cachorra agredida e morta

Um funcionário terceirizado de uma rede de supermercados se envolveu numa polêmica após ser suspeito de matar uma cachorra a pauladas, na última quarta-feira (28), em Osasco, na região metropolitana de São Paulo.

Segundo testemunhas, o segurança terceirizado teria envenenado o animal, mas como ele não veio a óbito imediatamente, o funcionário pegou uma vassoura e golpeou a cachorra várias vezes. A agressão ocorreu dentro do supermercado.

Outro lado

Após a repercussão do caso, o supermercado Carrefour emitiu a seguinte nota:

“O Carrefour reconhece que um grave problema ocorreu em nossa loja de Osasco. A empresa não vai se eximir de sua responsabilidade. Estamos tristes com a morte desse anima. Somos os maiores interessados para que todos os fatos sejam esclarecidos. Por isso, aguardamos que as autoridades concluam rapidamente as investigações. Desde o início da apuração, o funcionário de empresa terceirizada foi afastado. Qualquer que seja a conclusão do inquérito, estamos inteiramente comprometidos em dar uma resposta a todos. Queremos informar também que estamos recebendo sugestões de várias entidades e ONGs ligados à causa que vão nos auxiliar na construção de uma nova política para a proteção e defesa dos animais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisment ad adsense adlogger