Em despedida de Falcão, Corinthians empata com Magnus na prorrogação e fatura título da Liga Paulista

Em jogo marcado pelo adeus de Falcão ao futsal, o Magnus venceu o Corinthians nesta quarta-feira (7), por 5 a 3, no Ginásio Wlamir Marques, em São Paulo, mas não conseguiu faturar o título da Liga Paulista, após o empate sem gols na prorrogação.

Goleado pelo Timão na partida de ida, em Sorocaba, por 7 a 3, o time de Falcão precisava de uma vitória para se manter na briga pelo troféu da competição.

Adicione aí 1h15 de paralisação de jogo após o árbitro machucar com menos de dois minutos e não ter um substituto.

Com gols de Leandro Lino (duas vezes), Falcão, Rodrigo e Eder Lima, o Sorocaba venceu por 5 a 3, levando a decisão para a prorrogação. Caio, Vander Carioca e Wilde descontaram para o Corinthians.

Na prorrogação, o Corinthians segurou o empate e comemorou o 12 título da Liga Paulista da sua história.

Com menos de dois minutos de bola rolando, o árbitro Emerson Rorato sentiu lesão no joelho direito. Sem um substituto, a partida ficou paralisada por 1h15. Com a bola rolando, o Sorocaba abriu o placar com Leandro Lino, de cabeça. Nem deu tempo de comemorar e o Corinthians empatou com Caio, em chute cruzado.

Precisando de vitória para forçar a prorrogação, o Sorocaba voltou a ficar à frente no placar, após cobrança de falta e gol anexado por Rodrigo.

O Sorocaba ainda abriu vantagem após boa troca de passes até a bola chegar em Falcão, que tocou livre para fazer o terceiro: 3 a 1.

Pressionando e com o apoio da torcida, o Corinthians ficou próximo de marcar em ao menos três chances claras, mas esbarrou nas boas defesas de Tiago. E se quem não faz, toma. Eder Lima aproveitou roubada de bola para soltar a bomba e marcar o quarto do Sorocaba.

Na volta do intervalo, o Corinthians passou a buscar o empate. Em contrapartida, pouco acionou o goleiro Tiago, já prevendo e se poupando para uma eventual prorrogação. Restando 10 minutos para o fim do tempo normal, o Sorocaba marcou o quinto. Leandro Lino recebeu bom passe Marcel, driblou o goleiro Obina e mandou para o gol.

Na base do goleiro-linha, o Corinthians buscou o empate restando sete minutos para o fim do jogo. Vander Carioca e Wilde marcaram, mas não conseguiram evitar a derrota no tempo normal e a prorrogação.

Prorrogação
Precisando vencer, o Sorocaba entrou nos primeiros minutos da prorrogação com a estratégia de segurar o empate. A estratégia deu certo e o Corinthians não conseguiu marcar.

Com Falcão de goleiro-linha, o Sorocaba passou a pressionar no segundo tempo. Leandro Lino evitou o gol em cima da linha após falha ofensiva. Na sequência, Lucas defendeu tiro livre cobrado por Caio.

LEIA MAIS
Falcão se despede profissionalmente do futsal e se declara: “É o esporte que aprendi a amar”

Em despedida de Falcão, Corinthians empata com Magnus na prorrogação e fatura título da Liga PaulistaTorcedores.com.

Galera comentem nossa matérias e deixem suas sugestões..