Despedida do Sheik? Pode não ser bem assim; entenda o caso

Um dos maiores ídolos da atualidade do Corinthians, o atacante participou de grandes momentos no time, entre eles o Mundial de Clubes em 2012.

Na última sexta-feira (07), aconteceu oficialmente a festa de despedida do Sheik, ás 21h00 na Arena do Corinthians em Itaquera.

O jogador de 40 anos pendurou as chuteiras, e aproveitou para comentar sobre o evento e revelou se deseja permanecer no Corinthians, mesmo que para atuar em um cargo administrativo.

“Eu quero viver o hoje, esse momento que é muito especial para mim. Óbvio que eu tenho uma história no futebol e essa história me proporciona receber inúmeros convites. Eu recebi sim, não é história, eu trabalho sempre com a verdade quem conhece meu trabalho sabe muito bem disso. Existe sim uma enorme possibilidade de eu ficar aqui no Corinthians para a temporada de 2019, porém, eu ficaria me sentindo útil, então quero me sentir útil, quero ajudar, se por ventura esse convite se concretizar e se tornar real, eu quero ajudar”, afirmou o atleta.

Em resumo, a despedida do atacante pode ser apenas referente aos gramados,ou não, vai depender muito do convite feito ao jogador, que não revelou os detalhes.

O atacante viveu seus melhores momentos profissionais na equipe corintiana, foi um dos principais jogadores na conquista da Libertadores e consequentemente do Mundial de Clubes.

Mesmo tendo seu nome escrito na história, Sheik não deseja viver de passado, o seu desejo é auxiliar a construir um Corinthians vitorioso e para isso a função não importa.

Não quero ficar aqui pela história por tudo que eu conquistei no clube, eu quero participar efetivamente da temporada 2019 e ajudar a direção a caminhar pra títulos, por que o Corinthians vive disso e a torcida se acostumou muito bem“, disse.

Foi um jogo beneficiente com a presença de outros campeões da Libertadores: Cássio, Alessandro, Chicão, Leandro Castán, Fábio Santos, Jorge Henrique, Alex e Liedson.

Outros campeões pelo Corinthians participaram da partida entre eles: Marcelinho Carioca, Amaral, Cristian, Julio César, Edu Gaspar. Representando o elenco atual do Alvi-Negro os atletas Pedrinho, Kazim, Jadson e Marllon.

Nomes que fizeram história no futebol brasileiro também marcaram presença em campo como Cafú, Bebeto, e Djalminha.

O time do dono da festa venceu o amistoso por 12 a 8, e Emerson balançou as redes uma vez.

LEIA MAIS:

Notícias do Corinthians: veja os principais fatos desta sexta-feira (07)

 

Despedida do Sheik? Pode não ser bem assim; entenda o casoTorcedores.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisment ad adsense adlogger