TV Foco

Juliana Paes e a família. (Foto: Reprodução)

Juliana Paes passou merecidos dias de descanso nas Ilhas Maldivas ao lado do marido. A atriz tirou um ano sabático da televisão após interpretar a personagem Bibi Perigosa na novela A Força do Querer, sucesso de Gloria Perez na faixa das nove.

+ Após fazer cirurgias plásticas, Kelly Key reclama de resultado

Para a reportagem do programa TV Fama, Juliana contou que as férias serviram apenas para descansar e nada mais. Ela fechou a fábrica e afirmou que não tem vontade de ter outro filho com Carlos Eduardo Batista, eles já são pais de Pedro e Antônio.

“Nem pensar. A gente não quer mais, a gente não tá pensando nisso agora não”, afirmou. “Um é pouco, dois é bom, três é demais”, acrescentou ela, garantindo estar satisfeitas com dois filhos. Juliana revelou que o sonho era ter uma menina, mas acabou não acontecendo.

JULIANA PAES VAI SE ENCONTRAR COM GEORGE CLOONEY

O sucesso de Bibi Perigosa em A Força do Querer segue rendendo bons frutos para Juliana Paes. Apesar da grande frustração com a perda do Troféu Melhores do Ano para a colega Paolla Oliveira, a atriz recebeu inúmeros outros prêmios pelo seu trabalho na novela, e que agora lhe renderá um convite para um evento repleto de celebridades internacionais.

+ Pabllo Vittar teve atitude surpreendente ao se deparar com briga durante seu show; saiba o que ele fez

Segundo informações do porta UOL, Juliana representará o Brasil no 46º AFI Life Achievement Award, evento internacional promovido pela American Film Institute, que homenageia anualmente, desde 1973, um indivíduo por sua carreira e contribuição para a cultura audiovisual dos Estados Unidos. E o nome da vez é o astro George Clooney.

“É uma grande honra representar o Brasil e a América Latina em um evento de tamanha credibilidade e prestígio. Promover a celebração de importantes artistas em uma ocasião tão especial significa entender a importância do entretenimento no mundo”, declarou a atriz.

Fechou a fábrica? Juliana Paes diz que não terá mais filhos: “Três é demais”