Browse By

Estaduais começam neste fim de semana no norte e nordeste do País

Norte/Nordeste brasileiro terá grandes clássicos em 2018
CEZAR MAGALHãES/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDO

Enquanto os principais clubes do Brasil ainda finalizam a preparação para estrear nos respectivos estaduais, a bola vai começar no País com a abertura da temporada na região norte e nordeste.

Neste fim de semana, terão início os Campeonatos Paraense, Sergipano e Potiguar. Como é de costume, essas competições reúnem algumas revelações que poderão brilhar no futuro e também veteranos que fizeram história em grandes clubes brasileiros no passado.

No Paraense, o destaque é o volante Augusto Recife, de 34 anos, que defenderá as cores do Paraupebas, time que leva o nome da cidade, situada a 700 km de Belém. Em 2017, o jogador atuou pelo Paysandu — que marcará a estreia do Paraupebas na competição, no próximo sábado, na capital do Estado.

Revelado pelo Cruzeiro, o meio-campista fez parte da histórica equipe celeste que conquistou a Tríplice Coroa (Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Brasileirão), em 2003.

Dirigido por Vanderlei Luxemburgo, o time tinha nomes como o goleiro Gomes, o lateral-direito Maicon, o zagueiro Edu Dracena, o volante Felipe Melo, os meias Alex, Zinho e os atacantes Aristizábal e Deivid.


Reprodução/ Site Paysandu – 10.1.2018

Atual campeão, o Paysandu — que soma 47 títulos estaduais em sua história — contratou vários reforços para o primeiro semestre do ano. Entre eles, o zagueiro Derlan e o atacante Peu, ambos do Fluminense, além do defensor Fernando Timbó, que estava no Orlando City-EUA.

O Remo, segundo maior campeão estadual (44 títulos), aposta em alguns jogadores bastante jovens. O atual elenco conta com dois atletas de 16 anos (o atacante Wallace e o meia David), além do atacante Hélio, o zagueiro Kevem, ambos de 17 anos, e o lateral-direito Gustavo, de 18.

O goleiro do Remo, Vinícius, está ansioso para o início do Estadual e está entusiasmado para lutar pelo título.

“A expectativa aumenta a cada dia que se aproxima da competição. Esperamos o Mangueirão lotado e vamos trabalhar bastante para fazer uma estreia com vitória e que o torcedor possa sair do estádio satisfeito”, frisou o jogador em entrevista publicada no site do clube.

No entanto, o Paraense 2018 não terá a participação da Tuna Luso, terceira maior força loca (10 títulos e 17 vice-campeonatos). A equipe disputará a segunda divisão do certame.

A competição terá dez equipes divididas em dois grupos (A1 e A2). Os clubes jogarão contra os times da chave oposta em turno e returno. Os dois primeiros colocados de cada grupo avançarão para a semifinal e, posteriormente, os vencedores desta fase decidirão a competição.

Confiança é o atual campeão estadual em Sergipe
Reprodução/Site AD Confiança 7.5.2017

Já o Campeonato Sergipano terá uma fórmula nova neste ano. Na primeira fase (Classificatória), as dez equipes da primeira divisão jogarão entre si em partidas somente de ida.

Os seis times melhores classificados nesta etapa passarão para a segunda fase, também com jogos apenas de ida. As duas equipes mais bem colocadas no hexagonal disputarão o título.

Frontini renovou com o Confiança
Reprocução/@confiancaoficial – 9.7.2017

O torneio também terá jogadores conhecidos do torcedor brasileiros. Um deles é o atacante Frontini, de 37 anos, que vai defender o Confiança.

O argentino vestiu dezenas de camisas em uma extensa carreira, que começou no Mogi-Mirim, no início dos anos 2000. Frontini passou por Ponte Preta, Santos, Figueirense, Goiás, além de jogar no futebol ucraniano e sul-coreano.

Outro destaque do Sergipano será o volante Ramalho, campeão da Copa do Brasil de 2004 pelo Santo André — a equipe do ABC venceu o Flamengo na final da competição.

Também terá início deste sábado (13), o Campeonato Potiguar, competição que será disputada por oito clubes (Santa Cruz, Globo, ABC, América-PN, Potiguar, Baraúnas, ASSU e Força e Luz).

De acordo com a Federação Norte-rio-grandense de Futebol, o torneio de 2018 não terá mais finais de turnos. Os campeões serão conhecidos por pontos corridos e os vencedores de cada turno se enfrentarão — provavelmente na Arena das Dunas, palco de jogos da Copa do Mundo de 2014 e alvo de investigação da Polícia Federal por suspeita de superfaturamento em obras — para definir o campeão estadual.

Outros dois estaduais na região nordeste tiveram início nesta semana: o Cearense e o Paraibano.

O Ceará, clube com o maior número de títulos (44) e motivado voltar à Série A do Brasileirão, vai buscar o bicampeonato regional. Mas o clube terá que se desdobrar devido às várias competições em que estará envolvido neste ano, como lembrou o técnico Marcelo Chamusca.

“Nós temos um calendário com três competições inicialmente. Teremos muitos jogos durante várias semanas em sequência. É importante que a gente tenha um número bom de jogadores para que possamos ter uma alternância no grupo”, declarou o treinador do time alvinegro.

Já o Fortaleza do técnico Rogério Ceni, que vai disputar a Série B do Brasileiro nesta ano, correrá atrás da sua 42ª taça.

Após fracasso no São Paulo, Ceni tenta brilhar no comando do tricolor cearense
José Rosa de Araújo/Estadão Conteúdo (15.11.2017)

 Na quarta-feira (10), três jogos marcaram a primeira rodada do Cearense: Floresta 0 x 0 Maranguape, Horizonte 2 x 1 Guarani de Juazeiro, Iguatu 1 x 1 Ferroviário.

No Paraibano, os principais clubes do Estado — Botafogo-PB, Treze e Campinense — iniciaram a competição com vitória. 

Na primeira rodada, disputada no domingo passado (7), foram realizados os seguintes jogos: Botafogo-PB 2 x 1 Serrano, Treze 2 x 1 Auto Esporte, Sousa 0 x 0 CSP, Atlético-PB 1 x 0 Nacional de Patos e Campinense 3 x 0 Desportiva Guarabira.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: