Browse By

Diretor do Grêmio reclama de abordagem pirata do Cruzeiro em Edilson

O diretor do departamento jurídico do Grêmio, Nestor Hein, lamentou a maneira como foi iniciada a negociação entre o clube e o Cruzeiro pelo lateral Edilson. O dirigente chegou a dizer, em entrevista à Rádio Guaíba, que as tratativas poderiam ser comparadas a um aliciamento.

“Vamos ceder um grande jogador para um adversário na Libertadores. O negócio começou torto, começou de forma corsária, com uma maneira de agir de pirata por parte do Cruzeiro. O clube ‘cantou’ o jogador com uma proposta irrecusável e vejam a situação que se criou em função de uma abordagem dessa. Cria-se um fato consumado, porque o jogador não quer deixar de aproveitar a oportunidade e nós não vamos querer ficar com um atleta insatisfeito”, disse Hein.

Ele ainda ressaltou que Edilson não tem culpa alguma na situação. “Ele fez uma temporada magnífica e por isso provocou a cobiça de outros clubes. Recebeu uma proposta excelente, ao menos nos termos em que foi apresentada, e é compreensível a sua vontade de sair”, explicou.

Ao ser questionado sobre o envolvimento de Sassá no negócio, Hein afirmou que o atacante tem um futebol indiscutível, mas voltou a citar que a negociação iniciou de maneira errada. “Acho que ninguém discute que o Sassá tem um futebol exuberante, assim como o Bolaños tinha. Agora, cabe a mim avaliar o andamento do negócio. Imagine se eu procuro o De Arrascaeta e pergunto o seu salário e ofereço o dobro. Foi uma manobra ardilosa e posso até dizer que foi safada”, disparou.

Booking.com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: